domingo, 30 de julho de 2017

Corinthians 1 x 1 Flamengo

Campeonato Brasileiro de 2017: Na estreia do goleiro Diego Alves, o time não foi bem no primeiro tempo, mas dominou o segundo e poderia ter virado o jogo. O empate teve gosto amargo.

Ficha técnica
Local: Arena Corinthians - São Paulo (SP)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Público: 44.682 pagantes / 45.110 presentes

Corinthians: Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel (Camacho), Maycon, Marquinhos Gabriel (Giovanni Augusto), Rodriguinho e Clayson (Pedrinho); Jô. Técnico: Fábio Carille.

Flamengo: Diego Alves, Pará, Réver, Juan e Trauco (Berrío); Márcio Araújo, Cuéllar (Willian Arão) e Diego (Vinicius Junior); Éverton Ribeiro, Guerrero e Everton. Técnico: Zé Ricardo.

Gols:
1º tempo: Jô (Corinthians), aos 22 min.
2º tempo: Réver (Flamengo), aos 26 min.

Cartão amarelo: Diego (Flamengo).
Classificação na 17ª rodada: 5º colocado / 29 pontos.

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Santos 4 x 2 Flamengo

Copa do Brasil de 2017 (Quartas de final): Por pouco o time deixou a classificação para a semifinal escapar por incompetência do técnico, que escalou Muralha e insiste com Rafael Vaz na zaga. A equipe foi envolvida durante quase todo o jogo, uma vergonha.

Ficha técnica
Local: Vila Belmiro - Santos (SP)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Público: 12.507 presentes

Santos: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Yuri (Rafael Longuine), Vecchio (Léo Cittadini) e Lucas Lima; Copete, Ricardo Oliveira (Vladimir Hernández) e Bruno Henrique. Técnico: Levir Culpi.

Flamengo: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Márcio Araújo, Cuéllar (Willian Arão) e Diego; Berrío (Rodinei), Guerrero e Everton (Gabriel). Técnico: Zé Ricardo.

Gols:
1º tempo: Berrío (Flamengo), aos 9 min.; e Bruno Henrique (Santos), aos 33 min.
2º tempo: Guerrero (Flamengo), a 1 min.; Copete (Santos), aos 8 min.; Victor Ferraz (Santos), aos 9 min.; e Copete (Santos), aos 48 min.

Cartões amarelos: Berrío, Alex Muralha, Guerrero e Márcio Araújo (Flamengo); Victor Ferraz, David Braz e Lucas Veríssimo (Santos).

sábado, 22 de julho de 2017

Flamengo 2 x 1 Coritiba

Campeonato Brasileiro de 2017: Na estreia do novo terceiro uniforme do time, uma vitória sofrida, nos acréscimos. A equipe continua mostrando que não tem tática e estratégia. Jogou mal mais uma vez.

Ficha técnica
Local: Estádio Luso-Brasileiro (Ilha do Urubu) - Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Público: 11.722 pagantes / 13.014 presentes

Flamengo: Thiago, Pará, Juan, Rafael Vaz e Trauco; Willian Arão, Rômulo (Lucas Paquetá) e Éverton Ribeiro; Berrío (Vinicius Junior), Guerrero e Geuvânio (Felipe Vizeu). Técnico: Zé Ricardo.

Coritiba: Wilson, Léo, Márcio, Luizão e William Matheus; Jonas, Alan Santos (Neto Berola), Matheus Galdezani e Tomas Bastos; Rildo (Filigrana) e Henrique Almeida (Alecsandro). Técnico: Robson Gomes (interino).

Gols:
1º tempo: Berrío (Flamengo), aos 6 min.
2º tempo: Henrique Almeida (Coritiba), a 1 min.; e Éverton Ribeiro (Flamengo), aos 46 min. de pênalti.

Cartões amarelos: Willian Arão (Flamengo); Luizão, Tomas Bastos, Wilson, William Matheus, Rildo e Alecsandro (Coritiba).
Classificação na 16ª rodada: 4º colocado / 28 pontos.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Amarela, com detalhes azuis, nova terceira camisa do Fla faz referência à fundação do clube

O novo uniforme número três é predominantemente amarelo, com detalhes azuis nas mangas e na gola, e faz referência às cores da fundação do clube, em 1895, e às arquibancadas do Maracanã. A camisa será usada pela primeira vez no jogo contra o Coritiba, na Ilha do Urubu. Em 1997, o Flamengo lançou uma camisa com as cores azuis, listras rubro-negras e detalhes em amarelo. Em 2010, o design era igual à camisa número um, mas com as listras vermelhas e pretas horizontais substituídas pelas cores amarela e azul.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Flamengo 2 x 2 Palmeiras

Campeonato Brasileiro de 2017: O empate teve gosto amargo. Diego perdeu um pênalti que poderia ter dado a vitória ao time, que dominou mais o jogo. Márcio Araújo completou 200 partidas com a camisa rubro-negra. A torcida vaiou muito o técnico Zé Ricardo pelas substituições que fez.

Ficha técnica
Local: Estádio Luso-Brasileiro - Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Público: 14.223 pagantes / 15.103 presentes

Flamengo: Thiago, Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Márcio Araújo (Berrío), Cuéllar e Diego; Éverton Ribeiro (Geuvânio), Guerrero e Everton (Mancuello). Técnico: Zé Ricardo.

Palmeiras: Jailson, Mayke, Mina, Luan e Michel Bastos (Keno); Bruno Henrique (Thiago Santos), Tchê Tchê; Róger Guedes, Willian (Borja) e Dudu. Técnico: Cuca.

Gols:
1º tempo: Pará (Flamengo), aos 7 min.; Willian (Palmeiras), aos 31 min.; Róger Guedes (Palmeiras), aos 42 min.; e Guerrero (Flamengo), aos 43 min.

Cartões amarelos: Márcio Araújo e Mancuello (Flamengo); Bruno Henrique, Mina, Luan, Borja, Michel Bastos, Tchê Tchê, Jailson, Thiago Santos e Dudu (Palmeiras).
Classificação na 15ª rodada: 4º colocado / 25 pontos.

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Acostumado a defender pênaltis de Cristiano Ronaldo, Diego Alves assume o gol do Fla

O paredão chegou. Acostumado a defender pênaltis de Messi e, principalmente, de Cristiano Ronaldo, Diego Alves, de 32 anos, deixou o Valencia, da Espanha, e assinou contrato com o Flamengo até o final de 2020. O novo goleiro foi formado na base do Botafogo-SP e, em 2004, se profissionalizou pelo Atlético-MG. Diego Alves poderá jogar o Brasileirão e a Sul-Americana, mas não jogará a Copa do Brasil porque as inscrições da competição já se encerraram.

domingo, 16 de julho de 2017

Cruzeiro 1 x 1 Flamengo

Campeonato Brasileiro de 2017: O empate mostrou mais uma vez a fragilidade do time, que tem bom elenco, mas não apresenta um padrão de jogo qualificado. A equipe ainda é muito inconstante.

Ficha técnica
Local: Mineirão - Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Público: 39.976 pagantes

Cruzeiro: Fábio, Lucas Romero, Léo, Murilo e Diogo Barbosa; Ariel Cabral, Lucas Silva (Nonoca), Elber (Sassá), Alisson e Thiago Neves; Rafael Sobis (Rafael Marques). Técnico: Mano Menezes.

Flamengo: Thiago, Rodinei, Réver, Rafael Vaz e Renê; Márcio Araújo, Cuéllar (Mancuello) e Diego (Berrío); Éverton Ribeiro (Geuvânio), Guerrero e Everton. Técnico: Zé Ricardo.

Gols:
2º tempo: Everton (Flamengo), aos 8 min.; e Sassá (Cruzeiro), aos 14 min.

Cartões amarelos: Geuvânio (Flamengo); Lucas Silva, Rafael Sobis e Lucas Romero (Cruzeiro).
Classificação na 14ª rodada: 4º colocado / 24 pontos.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Flamengo 0 x 1 Grêmio

Campeonato Brasileiro de 2017: O time perdeu pela primeira vez na Ilha do Urubu, e com a derrota caiu para a quarta posição na classificação geral. Foi a estreia de Geuvânio.

Ficha técnica
Local: Estádio Luso-Brasileiro (Ilha do Urubu) - Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Público: 16.960 pagantes / 18.204 presentes

Flamengo: Thiago, Rodinei, Réver, Rafael Vaz e Trauco (Mancuello); Márcio Araújo (Geuvânio), Cuéllar (Felipe Vizeu) e Diego; Éverton Ribeiro, Leandro Damião e Everton. Técnico: Zé Ricardo.

Grêmio: Léo, Edílson, Ceromel, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Arthur (Jailson), Ramiro, Luan (Rafael Thyere) e Fernandinho; Lucas Barrios (Everton). Técnico: Renato Gaúcho.

Gol:
1º tempo: Luan (Grêmio), aos 25 min.

Cartões amarelos: Mancuello e Trauco (Flamengo); Michel e Kannemann (Grêmio).
Classificação na 13ª rodada: 4º colocado / 23 pontos.

sábado, 8 de julho de 2017

Vasco 0 x 1 Flamengo

Campeonato Brasileiro de 2017: A vitória, em um jogo marcado pela violência da torcida do Vasco, levou o time à segunda colocação. Também acabou com um jejum do rubro-negro, que não vencia o rival em São Januário desde 1973. O destaque foi o meia Éverton Ribeiro.

Ficha técnica
Local: São Januário - Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Público: 18.328 pagantes / 19.622 presentes

Vasco: Martín Silva, Gilberto, Rafael Marques, Paulão e Henrique; Bruno Paulista (Andrey), Wellington, Yago Pikachu (Manga Escobar), Mateus Vital (Wagner) e Nenê; Luis Fabiano. Técnico: Milton Mendes.

Flamengo: Thiago, Rodinei, Rafael Vaz, Rhodolfo (Léo Duarte) (Rômulo) e Trauco; Márcio Araújo, Cuéllar e Diego; Éverton Ribeiro, Guerrero (Leandro Damião) e Everton. Técnico: Zé Ricardo.

Gol:
2º tempo: Everton (Flamengo), aos 19 min.

Cartões amarelos: Guerrero (Flamengo); Gilberto, Paulão, Luis Fabiano e Nenê (Vasco).
Classificação na 12ª rodada: 2º colocado / 23 pontos.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Palestino (CHI) 2 x 5 Flamengo

Copa Sul-Americana de 2017 (2ª Fase): O time, que teve Diego, Guerrero e Trauco poupados, fez um péssimo primeiro tempo, mas no segundo acordou. Mesmo não jogando bem contra um time que voltou de férias, o Flamengo se impôs e, praticamente, garantiu a classificação para a próxima fase da competição. Rafael Vaz e Éverton Ribeiro marcaram seus primeiros gols com a camisa rubro-negra.

Ficha técnica
Local: San Carlos Apoquindo - Santiago (Chile)
Árbitro: Fernando Rapallini (Argentina)
Público: Não divulgado

Palestino: Darío Melo, Romo (Rosende), Toro, Vidal e Diego Torres; Fernández, Cereceda e Diego Gutiérrez; Arario (Tapia), Roberto Gutiérrez e Sebastián Pinto (Carmona). Técnico: Germán Cavalieri.

Flamengo: Thiago, Rodinei, Réver, Rafael Vaz e Renê; Cuéllar, Willian Arão (Rômulo) e Éverton Ribeiro; Berrío (Mancuello), Leandro Damião (Felipe Vizeu) e Everton. Técnico: Zé Ricardo.

Gols:
2º tempo: Réver (Flamengo), a 1 min.; Romo (Palestino), aos 4 min.; Vidal (Palestino), aos 11 min.; Berrío (Flamengo), aos 13 min.; Leandro Damião (Flamengo), aos 15 min.; Rafael Vaz (Flamengo), aos 36 min.; e Éverton Ribeiro (Flamengo), aos 43 min. de pênalti.

Cartão amarelo: Diego Torres (Palestino).

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Os 54 times da Copa Sul-Americana 2017

Esses são os 54 times que vão disputar a 16ª edição da Copa Sul-Americana, iniciada no dia 28 de fevereiro e que termina em 13 de dezembro. Com um novo formato, a competição, agora, dura o ano inteiro. O Flamengo e outros nove clubes que foram desclassificados da Libertadores entraram no torneio na segunda fase.
1ª linha, da esquerda para a direita: Alianza Lima (Peru), Arsenal de Sarandí (Argentina), Atlético Tucumán (Argentina), Atlético Venezuela (Venezuela), Bolívar (Bolívia), Boston River (Uruguai), Caracas (Venezuela), Cerro Porteño (Paraguai), Chapecoense (Brasil) e Comerciantes Unidos (Peru).
2ª linha, da esquerda para a direita: Corinthians (Brasil), Cruzeiro (Brasil), Danubio (Uruguai), Defensa y Justicia (Argentina), Defensor Sporting (Uruguai), Deportes Iquique (Chile), Deportes Tolima (Colômbia), Deportivo Anzoátegui (Venezuela), Deportivo Cali (Colômbia) e Deportivo Cuenca (Equador).
3ª linha, da esquerda para a direita: Estudiantes (Argentina), Estudiantes de Caracas (Venezuela), Everton (Chile), Flamengo (Brasil), Fluminense (Brasil), Fuerza Amarilla (Equador), Gimnasia y Esgrima (Argentina), Huracán (Argentina), Independiente (Argentina) e Independiente Medellín (Colômbia).
4ª linha, da esquerda para a direita: Juan Aurich (Peru), Junior (Colômbia), LDU Quito (Equador), Libertad (Paraguai), Liverpool (Uruguai), Nacional (Paraguai), Nacional Potosí (Bolívia), O'Higgins (Chile) e Olimpia (Paraguai).
5ª linha, da esquerda para a direita: Oriente Petrolero (Bolívia), Palestino (Chile), Patriotas (Colômbia), Petrolero (Bolívia), Ponte Preta (Brasil), Racing (Argentina), Rionegro Águilas (Colômbia), Santa Fe (Colômbia) e São Paulo (Brasil).
6ª linha, da esquerda para a direita: Sol de América (Paraguai), Sport (Brasil), Sport Huancayo (Peru), Sportivo Luqueño (Paraguai), Universidad Católica (Equador) e Universidad de Chile (Chile).

domingo, 2 de julho de 2017

Flamengo 2 x 0 São Paulo

Campeonato Brasileiro de 2017: Como diz a torcida, "caiu na Ilha, o Fla humilha". O time continua invicto na Ilha do Urubu, ainda não perdeu nenhum dos quatro jogos que fez no estádio. Contra o tricolor paulista, Guerrero e Diego fizeram dois golaços.

Ficha técnica
Local: Estádio Luso-Brasileiro (Ilha do Urubu) - Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Público: 16.084 pagantes / 17.302 presentes

Flamengo: Thiago, Pará, Réver, Rhodolfo e Trauco (Renê); Márcio Araújo, Cuéllar e Diego; Éverton Ribeiro (Berrío) Guerrero e Everton (Matheus Sávio). Técnico: Zé Ricardo.

São Paulo: Renan Ribeiro, Araruna, Lugano, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Jucilei, Wesley (Denilson) e Petros; Marcinho (Wellington Nem), Lucas Pratto e Cueva (Shaylon). Técnico: Rogério Ceni.

Gols:
1º tempo: Guerrero (Flamengo), aos 37 min.; e Diego (Flamengo), aos 41 min.

Cartões amarelos: Everton (Flamengo); Cueva (São Paulo).
Classificação na 11ª rodada: 3º colocado / 20 pontos.